Inspirada na Virada Cultural da capital, criada na gestão de José Serra quando prefeito de São Paulo, a Virada Cultural Paulista foi lançada em 2007 em 10 cidades, que receberam 381 atrações. Em 2008, mais de 740 mil pessoas compareceram à Virada em 19 municípios e puderam conferir 476 espetáculos. Na edição de 2009, o público presente nas 20 cidades ultrapassou a marca de um milhão de pessoas, que conferiram mais de 560 atrações. Em 2010, a Virada atingiu a marca de 1,6 milhão de pessoas. Para 2011, a expectativa é atingir o mesmo número de público.

A Virada Cultural Paulista 2011 será realizada nas cidades de Araçatuba, Araraquara, Assis, Botucatu, Caraguatatuba, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santa Bárbara D’oeste, Santos,Santo André, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

Programação Prévia da Virada Cultural Paulista 2011 – Piracicaba – 14 e 15 de maio

Palco interno 1: Teatro Municipal
   Sábado, 14 de Maio de 2011

Horário  – Nome do Grupo
  • 18h – 18h30 –  abertura oficial
  • 18h30 – 19h30 – Carmen de Georges Bizet- direção cênica de Cleber Papa “Carmen – a ópera contada e cantada” é um espetáculo do Núcleo de Ópera Curta. Em aproximadamente uma hora e vinte minutos a história de Carmen e seus amores é contada por Lilas Pástia, um dos descendentes do velho taberneiro que por volta de 1820 recebia a cigana e seus amigos na sua taberna em Sevilha. O espetáculo apresenta as principais árias e duetos da ópera, com legendas em português. No elenco, quatro cantores, um ator, quatro bailarinos e um cenário ambientado na taberna original ajudam a contar a história.
  • 20h – 20h30 –  1 2 3, Malabares outra Vez- Gigante Produções
    Malabarismo, ou quase isso é o que os palhaços tentam fazer. Malabares, trapalhadas e gargalhadas, fazem parte dessa dupla.
  • 20h30 – 21h30 – Shuffle In- Sonidos
    O grupo Sonidos é formado por oito sapateadores de diferentes segmentos das artes, cuja diversidade garante a autenticidade em cada espetáculo. Shuffle Inn une ao sapateado a interpretação e o canto, músicas nacionais e internacionais de diferentes estilos, algumas interpretadas ao vivo, em um roteiro de linguagem jovial e visual envolvente.
  • 21h30 – 22h – As Bailarinas- Gigante Produções

    Palhaços “bailarinas”, Tónho Labareda e Tico Toco, apresentam toda a delicadeza do ballet clownssico, onde os movimentos leves e marcantes fazem o público entrar no jogo e nas trapalhadas da dupla.

  • 22h30 – 23h30 – Passoca – [Marco Antonio Vilalba, Thomas Howard e Renato Anesi]
    “Breve História da Música Caipira” contém a dualidade cidade/campo, a poética urbana sobre um suporte harmônico de viola caipira. Este projeto é composto de um repertório básico para o entendimento e a diferenciação da música caipira, da música sertaneja. Para estas apresentações o cantor Passoca conta com a participação dos músicos Renato Anesi e Thomas Howard.
  • 23h30 – 0h – Malabarismo Místico- Gigante Produções
    Toda magia e misticidade do contato se escondem atrás dos malabaristas que, com suas bolas de acrílico levam ao público leveza, suavidade e encantamento.
  • 0h30 – 2h – Sandália de Prata
    Sandália de Prata apresenta músicas de seu novo CD e LP, “Samba Pesado”, além de músicas presentes no trabalho anterior da banda. A sonoridade do grupo traz samba-rock, gafieira e partido alto com temperos de jazz, soul e rap, ao mesmo tempo em que reverencia os mestres em novos arranjos para músicas de Jorge Ben Jor, Gilberto Gil, João Bosco & Aldir Blanc, Itamar Assunpção, Luis Vagner, Bebeto e até uma versão de Check My Machine, de Paul McCartney.
  • 2h – 2h30 – 1 2 3, Malabares outra Vez- Gigante Produções
    Malabarismo, ou quase isso é o que os palhaços tentam fazer. Malabares, trapalhadas e gargalhadas, fazem parte dessa dupla.
  • 2h30 – 3h30 – Nany People
    Nesta primeira incursão solo pelo universo da stand up comedy, a humorista Nany People usa um texto descontraído para satirizar situações do cotidiano, como suas experiências no reality “A Fazenda”, e as diferenças entre os universos masculino e feminino de maneira bem humorada, elegante e altruísta. “Na vida, qualquer forma de discurso, para ser pertinente, tem que ser bem humorado, Então… Por que não rir da gente mesmo?”, afirma Nany People.

Domingo, 15 de Maio de 2011

  • 10h30 – 11h30 – Candim- Cia da Casa Amarela
    Candim é o menino simples que vive suas aventuras em Brodowski. Ao mesmo tempo, é Portinari, o pintor consagrado que recorda seus tempos de menino do interior. Em ambos o desafio: vencer o medo do Espantalho, uma figura enigmática, que dança em seu redor. Candim busca a forma de vencer esse medo retratando em seus quadros aquela figura que, segundo o próprio pintor é o seu auto-retrato.
  • 12h30 – 13h – Cia do Circo Piracicaba
    A Cia do Circo de Piracicaba apresenta trabalhos circenses de uma forma descontraída e divertida, trazendo algumas das modalidades do circo para a rua e assim misturando o contemporâneo com o tradicional! Malabares com fogo, pirofagia, pernas de pau, mímicos e muito mais!
  • 13h – 14h – Forró é Melhor- Cia Sopro de Dança
    Coreografia que explora a cultura regional de modo divertido e irreverente, onde a caracterização dos personagens se faz marcante sem perder, no entanto, a linguagem da dança contemporânea. O cenário nos leva a um baile de forró, onde os bailarinos utilizam a arte cênica envolvendo o público em diversas situações características de um baile de forró, num clima descontraído e bastante popular.
  • 14h – 14h30 – Cia do Circo Piracicaba
    A Cia do Circo de Piracicaba apresenta trabalhos circenses de uma forma descontraída e divertida, trazendo algumas das modalidades do circo para a rua e assim misturando o contemporâneo com o tradicional! Malabares com fogo, pirofagia, pernas de pau, mímicos e muito mais!
  • 15h – 16h – Viva o Circo- Circo, Tradição e Alegria – Picoly
    Uma pequena mostra do circo tradicional, o “Perna de Pau” com seu porta voz de lata na platéia, o apresentador de fraque e cartola, palhaço de colarinho largo, bengala grossa e sua moto maluca, explodindo e saindo fumaça, etc. Homem Foca, malabaristas, equilibrista, pratos bailarinos, Homem Aranha em acrobacia. Cenas engraçadas com Picoly e Bacalhau, a dupla gargalhada!
  • 16h – 16h30 – Cia do Circo Piracicaba
    A Cia do Circo de Piracicaba apresenta trabalhos circenses de uma forma descontraída e divertida, trazendo algumas das modalidades do circo para a rua e assim misturando o contemporâneo com o tradicional! Malabares com fogo, pirofagia, pernas de pau, mímicos e muito mais!
  • 16h30 – 18h – Antonio Loureiro e Ricardo Herz
    Os violinistas, compositores e arranjadores Ricardo Herz e Antônio Loureiro trazem um repertório cheio de swing, ritmo, cor e energia. Músicos de sólida formação, criaram um estilo muito próprio onde soma todas as suas experiências, da música erudita ao forró, da improvisação do jazz e do choro à MPB e outros ritmos brasileiros.

Palco externo: Engenho Central

Sábado, 14 de Maio de 2011
Horário  –  Nome do Grupo
  • 18h30 – 19h20 – Dj Crypton
    Musico desde 1989 tocando em bandas de rock como a Anti Dopping, Groos e Loucos do Sobrado, Crypton começou a discotecar em 1996 tocando música eletrônica. Em 2008 voltou a discotecar vários estilos: samba rock , rock, dub, ska, reggae, dubstep, house e techno.
  • 19h30 – 20h30 – Les Pops
    Les Pops faz o show de lançamento de seu primeiro CD “Quero Ser Cool”, lançado pelo selo Discobertas.  A banda foi formada há um ano por Rodrigo Bittencourt (voz e guitarra), Thiago Antunes (voz, acordeon, banjo e ukelele) e Daniel Lopes (voz e guitarraxo), três cantores e compositores talentosos com discos solo lançados. No palco, a banda conta ainda com a presença de Carlos Sales (bateria).
  • 20h30 – 21h – Cactus Hug & The Mullet Monster Mafia
    Cactus Hug nasceu como um projeto no formato “banda de um homem só”. Em 2005, Rodrigo Gozo iniciou um trabalho pessoal e intimista compondo e gravando sozinho o que com o tempo se tornou uma coleção de mais de 100 faixas gravadas. Em 2010 o projeto passou a ter uma formação para apresentação ao vivo, contanto com mais 3 integrantes. Em sua versão ao vivo, Cactus Hug passa a se chamar “Cactus Hug & The Powercord Attack”
    The Mullet Monster Mafia – A mistura das características
    da surf music tradicional, aliada ao poderio sonoro
    construído por Ed Lobo Lopez (Guitarra), Peter
    Pedrock (Baixo) e Emiliano Ramirez (Bateria) se
    tornaram únicos com a inserção das linhas melódicas
  • 21h – 21h50 – Canaiera
    Canaiera transcende o reggae e, ao captar sua essência, sente-se livre para moldar a música de acordo com a personalidade artística de seus integrantes. Formado em 2006, o grupo chegou a um estilo muito próprio, cheio de energia, apresentando composições que abordam a evolução da visão do mundo à nossa volta. Canaiera apresenta o show de seu disco de estréia, gravado pelo selo Estúdio Apache.
  • 22h – 22h30 – Patrícia Moreno
    Patrícia Moreno lançou-se no mundo da música aos 15 anos como integrante no Coral Luiz de Queiroz, Campus da USP em Piracicaba. Em 2008 a música “Saudade”, de sua autoria com o guitarrista Rubens Trevisan, foi uma das finalistas do 8º Festival Nacional da Canção Canta Limeira. Atualmente Patrícia está em fase de gravações de seu CD pelo selo Apache Records, sob produção de Celso Rocha. O trabalho conta com 13 músicas autorais.
  • 22h30 – 23h30 – Bocato & Jam Suburbana
    Há dois anos com formação permanente, a Jam Suburbana apresenta um repertório com o melhor da black music, soul, funk e jazz, nacional e internacional, dos anos 50 até a atualidade. Os dez integrantes do grupo, liderados pelo maestro e trombonista Bocato, tocam de Herbie Hancock, Steve Wonder e Duke Ellington a Sandra de Sá, Gerson King Combo e Toni Tornado. Além de apresentar temas da própria banda, como “Vem Dançar”.
  • 23h30 – 0h – Royales
    O Royales nasceu em 2005, ainda como Royale, quando o músico e compositor, Ronex Corte-Real, compôs 10 faixas em inglês e gravou sozinho um disco lançado na internet pela Trama Virtual. A partir de 2008 fez seu primeiro show misturando influências marcantes dos anos 80, com pitadas de rock. Em 2009 lançaram seu 1º disco homônimo ROYALES, juntamente com o clipe da música de abertura do CD “All Star”. Agora com nova formação após o falecimento do líder da banda, retornaram aos palcos com as músicas do novo CD.
  • 0h – 1h30 – Titãs
    Titãs, uma banda de rock brasileira, formada em São Paulo, na década de 1980. Ativa há 27 anos. Com formação atual: Branco Mello (voz e baixo), Paulo Miklos (voz e guitarra), Sergio Britto (voz, teclado e baixo) e Tony Bellotto (guitarra) e Mario Fabre (bateria). O show será com as canções da turnê do CD “Sacos Plásticos” e sets com os maiores sucessos da carreira da banda como Sonifera Ilha, Policia, Cabeça Dinoussauro e outros hits.
  • 1h30 -3h30 – Dj Crypton
    Musico desde 1989 tocando em bandas de rock como a Anti Dopping, Groos e Loucos do Sobrado, Crypton começou a discotecar em 1996 tocando música eletrônica. Em 2008 voltou a discotecar vários estilos: samba rock , rock, dub, ska, reggae, dubstep, house e techno.

Domingo, 15 de Maio de 2011

  • 13h – 14h – QuantAlegria – Trupe Brincando de Circo
    O espetáculo conta com malabarismo, equilibrismo com monociclo e também com perna de pau e outras cositas más. E as Palhaçadas juntamente com as mágicas, sempre são descobertas no final.
  • 14h – 15h – Emiliano Castro
    O violonista e compositor Emiliano Castro apresenta o show “Kanimambo”, do CD produzido por Paulo Bellinati e lançado em 2011. “Kanimambo” reúne uma fina mistura brasileira, africana, espanhola e latinoamericana. Neste show as músicas do disco serão apresentadas por Emiliano Castro (violão 7 cordas), Marcos Paiva (contrabaixo acústico), Douglas Alonso (bateria) e João Poleto (saxofones e flauta).
  • 15h – 15h30 – As Piracicabanas
    A Orquestra vem mostrar que, para se tocar Viola caipira e música raiz, não existe sexo, idade, ou qualquer outra barreira, é preciso apenas apreciar as coisas boas da vida.O repertório traz o mais requintado da música raiz, principalmente os temas que se referem a nossa cidade como a tão conhecida Rio de Lágrimas de nosso saudoso Lourival dos Santos e Tião Carreiro. Assim como a tão gloriosa Lampião de Gás, gravada pela saudosa Inezita Barroso e tantas outras pedras preciosas que são lapidadas nas cordas da nossa viola caipira.
  • 15h30 – 16h30 – Criolina
    Um show vibrante, dançante, com uma proposta que vai além do entretenimento. A dupla maranhense, formada por Ale Muniz e Luciana, apresenta músicas com letras fortes, e estética sonora ousada, que permite o uso de samplers e programações eletrônicas, misturando ritmos globalizados como rock, funk, ska às levadas regionais como tambor de crioula, toadas de bumba meu boi, coco, merengue e boleros, carimbó e sóca.
  • 16h30 – 17h – Orquestra Piracicabana de Viola Caipira
    A orquestra tem como principal objetivo difundir a cultura da cidade de berço da música raiz, já que não contávamos com tal atração para enfatizar sua tradição na música de viola, apesar dos grandes nomes que levam a música da cidade. Assim, a Orquestra começa sua caminhada para levar o nome de nossa cidade e mostra com isso, nossa mais sincera prova de amor por Piracicaba e pela música raiz, através desse instrumento fascinante chamado Viola Caipira.
  • 17h – 18h30 – Pink Martini
    Pink Martini é uma banda de doze membros formada em Portland, Oregon. A banda foi criada pelo pianista Thomas M. Lauderdale em 1994. Eles misturam diversos gêneros musicais como a música latina, lounge, música clássica européia e jazz.

Sesc Piracicaba

Sábado, 14 de Maio de 2011

Horário  –  Nome do Grupo

  • 18h00 (Lanchonete) – Andaime Teatro Unimep – 25 anos de história

    Exposição de adereços, cenários, figurinos e fotos das montagens teatrais criadas pelo Grupo Andaime de Teatro ao longo dos seus 25 anos de existência. Despertar no visitante o fascínio dos bastidores do mundo teatral.
  • 18h00 – Intervenções Artísticas
    Comemorando 25 anos de atividades ininterruptas, os atores do Andaime Teatro apresentam alguns dos mais significativos personagens que contam essa trajetória.
  • 18h30 (Lanchonete) – Cabaré do Mercosul – Circo Delírio
    Um argentino, um brasileiro e um uruguaio apresentam um original show de variedades circenses. Composto por malabarismos, acrobacias, equilíbrio e comédia física com forte participação do público acompanhada por uma dose de humor ácido.
  • 19h30 (Teatro) – Duofel e The Beatles – Duofel
    Mais de 30 anos de pesquisas, ensaios e shows e a crença obstinada no sucesso de uma proposta musical fizeram do Duofel uma referência nacional quando se fala em música instrumental. Passados 20 anos de dedicação às composições autorais, o duo presenteia o publico ao relembrar e recriar, neste show, apenas músicas dos Beatles.
  • 21h00 (Lanchonete) – Samba-Rock
    Em uma grande aula aberta de dança o professor Rafael Thomé ensina os passos com o melhor do samba-rock tocado ao vivo pela Banda Vambora. Aprenda e se divirta ao som da música temperada pelo swing da guitarra e das percussões marcantes deste ritmo.

Domingo, 15 de Maio de 2011.

  • 10h00 (Área de Exposição) – Andaime Teatro Unimep – 25 anos de história
    Exposição de adereços, cenários, figurinos e fotos das montagens teatrais criadas pelo Grupo Andaime de Teatro ao longo dos seus 25 anos de existência. Despertar no visitante o fascínio dos bastidores do mundo teatral
  • 10h30 –  Intervenções Artísticas
    Comemorando 25 anos de atividades ininterruptas, os atores do Andaime Teatro apresentam alguns dos mais significativos personagens que contam essa trajetória.
  • 11h00 (Teatro) – Coreológicas – Ludus ­ Caleidos Cia. de Dança
    Remontagem e releitura do repertório dos espetáculos Coreológicas, realizados nos últimos 13 anos (1996-2008) propondo novos jogos entre os elementos da linguagem da dança (a Coreologia de Rudolf Laban) e o público presente. Direção, concepção e coreografia: Isabel Marques. Co-direção e orientação dramatúrgica: Fábio Brazil.
  • 12h00 (Lanchonete) – Moacir Siqueira e a Caravana da Vitória
    Expoente da cultura popular piracicabana e um nome de destaque quando se fala em Cururu, Moacir e suas rimas inconfundíveis recebem violeiros para um encontro que valoriza o caipira e o sertanejo.
  • 16h00 (Lanchonete) – Trio Alvorada
    Três jovens paulistanos que fazem e amam a cultura brasileira, principalmente a música nordestina. Com a ideia de reviver velhos clássicos do forró tradicional e dar uma cara nova ao forró pé-de-serra, o trio apresenta um repertório com muitas músicas próprias e algumas regravações.

_________________________________________________________________________________________________________________

Teatro Municipal de Piracicaba “Dr. Losso Netto”

Av. Independência, 277 – Centro

Engenho Central

Av. Maurice Allain, 454


Sesc Piracicaba

Rua Ipiranga, 155